Lugar (In)comum


Então... Pensando nos caminhos que percorro diariamente, decidi analisar e, assim, (in)compreender:

Lá habitava o poder. Lá havia a segurança e o domínio. Dependia apenas dela. E sabia ser, fazer, atuar.

Ali não. Era tudo conflito, náusea, um não-saber-ser. O ouro era limite, incertezas, muitas vezes vazio e solidão.

Mais nesse lugar também tinha conforto e bem-querer. E também era superfície e possível correr. Reinava, mas sem precisar de súditos para cuidar. Era sol, luz, vida!

Acolá parecia início, recomeço. Era constante trans-forma-ação.! Era revisão de papeis, de lugar, de persona. E gostava disso, de lá habitar e se habitar.

Aqui tem o encontro com o que é seu e não se pode medir, ver ou pegar. É o mais certo de tudo. O eterno, mas também a ingratidão. Sabe-se que vai está lá quando precisar. E espera-se que não precise.

É o que mostra, que fala, o concreto, o que deixa duvidas também. Afirma, confirma, mas confunde. É o limite. É o eu sou e o eu tenho que ser.

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social
CONTATOS

(61) 99108-7755 

@afethos.psicologia

afethospsicologia@gmail.com 

ENDEREÇO

QSF 16, casa 316 - Taguatinga Sul.

Próximo ao Hospital Santa Marta

  • Branco Facebook Ícone
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco

Coordenadora e Responsável Técnica: Dra. Luciana Santos CRP 01/10772

2020 ©  AfEthos - Centro de Formação em Psicologia - Todos os direitos reservados